Alimentação na gestação: 5 alimentos que você deve evitar

Seguir uma dieta saudável e equilibrada é importante em todos os momentos da sua vida, ainda mais durante a gravidez. Existem nutrientes essenciais que você e o seu bebê em desenvolvimento precisam. E enquanto muitos alimentos entram na lista, alguns devem ficar de fora.

No post de hoje, mostraremos 5 alimentos que você deve evitar quando o assunto é alimentação na gestação. Então, fique atenta!

1. Alguns peixes e mariscos crus

Apesar dos grandes benefícios para a saúde, alguns peixes e os mariscos crus devem ser evitados, pois podem causar danos ou complicações durante a gravidez.

Peixes com altos níveis de mercúrio

Quantidades grandes de mercúrio podem levar a danos cerebrais e a atrasos no desenvolvimento do feto, não sendo aconselhável o consumo dessa substância, principalmente no primeiro trimestre.

Alguns exemplos de peixes que possuem alto teor de mercúrio são: cavala, peixe-espada e tubarão.

Peixes refrigerados e defumados

Peixes refrigerados e defumados não devem ser consumidos, pois podem estar contaminados com a bactéria Listeria, que pode causar complicações sérias, como o aborto espontâneo e o parto prematuro.

Se você não consegue viver sem peixe, opte pelos frescos e de água doce, que causam menos problemas. O ideal é que você não consuma mais do que 340g desse tipo de proteína por semana.

Mariscos crus

Mariscos crus ou malcozidos, como ostras e mexilhões, podem conter uma variedade de bactérias, vírus e parasitas e causar a maioria das doenças transmitidas por frutos do mar. Cozinhá-los pode evitar algumas das infecções, mas não as que se originam de algas. Portanto, é bom evitar qualquer tipo de marisco.

2. Frutas e vegetais não lavados

Por mais surpreendente que seja, muitas pessoas consomem frutas e vegetais sem antes lavá-los. Além da ingestão de agentes pesticidas, que são muito prejudiciais à saúde, as cascas dos alimentos podem conter microrganismos, como o da Toxoplasmose, que podem levar a partos prematuros, icterícia e deformações no feto.

Portanto, não se esqueça de higienizar bem os alimentos. Uma receita simples é a seguinte: em 1 litro de água, coloque 1 colher de sopa de água sanitária (2-2,5%) que não tenha cheiro, corante ou detergente e que seja de procedência confiável. Deixe os alimentos nessa solução por cerca de 15 minutos antes de lavá-los em água corrente.

3. Laticínios não pasteurizados

Você já deve ter ouvido por aí que os laticínios são itens fundamentais da alimentação na gestação, não é? Eles fornecem cálcio, proteínas e minerais. No entanto, se os produtos não forem pasteurizados, você corre o risco de contrair uma intoxicação alimentar grave.

Procure sempre por leite fresco e pasteurizado e por derivados que contenham essa informação na etiqueta e sejam de boa procedência. Outra alternativa é ingerir leites vegetais, como os de soja, aveia e amêndoas. Eles contêm muitos nutrientes e são ideais para as pessoas que são intolerantes à lactose ou adeptas do veganismo.

4. Ovos crus ou malcozidos

Ovos crus, malcozidos e quaisquer pratos que contenham ovos crus no seu preparo devem ser evitados por causa da exposição potencial à Salmonella, bactéria que pode levar a crises de vômito e diarreia. Entre os exemplos de alimentos a evitar, estão alguns molhos, a maionese caseira e várias sobremesas, como as mousses.

A única maneira de ingerir ovos com segurança é cozinhá-los até que as gemas fiquem firmes, como em omeletes e ovos mexidos. Para as demais preparações, procure utilizar ovos pasteurizados.

5. Carnes cruas ou malpassadas

Carnes cruas ou malpassadas podem conter a Listeria. Por isso, também devem ser evitadas. Para o consumo, elas devem ser aquecidas a pelo menos 73 ºC. A ingestão de carnes cruas pode causar vômitos, abortos espontâneos e danos ao feto.

Certifique-se de cozinhar bem as carnes (o termômetro de alimentos é um grande aliado nessa hora) e opte por não consumir esse tipo de proteína fora de casa.

A alimentação na gestação é um fator que influencia muito na sua saúde e na do seu bebê. As refeições cotidianas adquirem um novo significado durante a gravidez, e o cuidado nos preparos deve ser redobrado.

Esperamos que este post a ajude a manter uma dieta equilibrada e segura durante a gravidez. Se você gostou das dicas, deixe a sua opinião nos comentários!

Web Kids

Ambiente ideal para comprar, vender e doar, móveis, brinquedos e artigos, novos e seminovos, para bebês e crianças.

Posts Relacionados

thumbnail
hover

O que fazer com itens de...

Não precisa ser papai ou mamãe de filhos pequenos para saber que eles crescem rapidamente. Com isso, muitos itens de bebê, como brinqued...

thumbnail
hover

Como fazer crianças conhecerem e gostarem...

O contato das crianças com a música gera inúmeros benefícios. Ela é um incentivo para que os pequenos se interessem pelo universo cu...

thumbnail
hover

5 dicas para fazer a mala...

Viajar com as crianças tem tudo para ser uma delícia, mas se você não levar itens certos e suficientes para os dias que vão passar fora...

Deixe-nos um comentário