Conheça maneiras de disciplinar seu filho corretamente

Há algum tempo, não tão distante assim, disciplinar seu filho sem bater poderia ser considerado algo até incomum. O chamado tapa pedagógico, palmadinha educativa e outros termos, associavam a agressão física ao amor, à segurança e disciplina.

No entanto, esse tipo de punição não resolve, pois ele faz com que a criança sinta medo da dor e não compreenda o que fez de errado. Além disso, ela ainda pode relacionar a agressão a uma forma de resolver conflitos, o que pode gerar diversos problemas — gravíssimos — no futuro.

Para saber como disciplinar seu filho da forma mais adequada, continue a leitura!

Dialogue com a criança

Embora algumas pessoas ainda não acreditem, é possível educar somente conversando com a criança. O que ocorre algumas vezes, é que os pais perdem a paciência quando o diálogo não funciona, o que os leva a cometer alguns erros, mas é preciso repetir e persistir para que, de fato, surta efeito.

Também é muito mais eficaz conversar com a criança a respeito de uma situação que ela já conhece para fazê-la entender sobre causas e consequências.

Por isso, frases como: “se você colocar sua mão aí vai doer como da vez em que prendeu o dedo na porta.” são melhores do que as palmadinhas. Elogiar os comportamentos corretos também ajuda muito.

Vale ressaltar que as agressões não ocorrem somente fisicamente e, por isso, é preciso ter cuidado com o que é dito e como é dito à criança.

Gritos, palavrões e palavras cruéis que de alguma forma deixem a criança afetada, também podem trazer consequências psicológicas negativas.

Inove em formas de incentivá-lo a obedecer

Existem algumas formas de incentivo que podem ajudar seus filhos a obedecerem as regras. O mural de combinados é um local em que são anotadas as regras da casa, propostas em conjunto por toda família.

Ações simples como um adesivo na frente do nome da criança quando ela se comportar, podem ser um bom estímulo para que ela tenha atitudes corretas.

Entenda o comportamento da criança

É preciso que os pais entendam que a birra e o choro também são formas que as crianças pequenas — de dois anos de idade, por exemplo — encontram para se comunicar com seus pais, pois ainda não sabem se expressar com exatidão.

Por isso, em situações em que ela esteja se sentindo desconfortável, é comum que ocorra esse tipo de comportamento e os pais não podem se irritar e acreditar que a agressão resolverá, pelo contrário, pode ser que ela nem entenda o motivo daquilo acontecer.

Repreenda de formas positivas

Em vez de colocar castigos aleatórios, o mais adequado é introduzir a criança a ideia de causa e consequência, por meio de repreensões relacionadas com o ato que ela cometeu. Caso ela tenha ficado tempo demais assistindo no tablet, por exemplo, é possível deixá-la sem acesso a ele por um tempo.

Acalme-se antes de punir

A rotina estressante dos pais pode, por vezes, levá-los a perder a paciência com os filhos muito mais facilmente. Com isso, o descontrole aparece e depois, a culpa.

Com o tempo a criança começa a perceber que, quando os pais a castigam de forma descontrolada, eles se sentem culpados depois e ela acaba saindo vitoriosa no fim. Essa postura deve ser evitada ao máximo, pois não é saudável para nenhum dos dois lados.

Disciplinar seu filho sem bater é importante, entretanto, é preciso entender que isso não é uma desculpa para que não haja disciplina, ela só não deve vir acompanhada de nenhum tipo de agressão.

O que você achou das informações? Tem algo mais a acrescentar? Compartilhe conosco!

Web Kids

Ambiente ideal para comprar, vender e doar, móveis, brinquedos e artigos, novos e seminovos, para bebês e crianças.

Posts Relacionados

thumbnail
hover

O que fazer com itens de...

Não precisa ser papai ou mamãe de filhos pequenos para saber que eles crescem rapidamente. Com isso, muitos itens de bebê, como brinqued...

thumbnail
hover

Como fazer crianças conhecerem e gostarem...

O contato das crianças com a música gera inúmeros benefícios. Ela é um incentivo para que os pequenos se interessem pelo universo cu...

thumbnail
hover

5 dicas para fazer a mala...

Viajar com as crianças tem tudo para ser uma delícia, mas se você não levar itens certos e suficientes para os dias que vão passar fora...

Deixe-nos um comentário