O que fazer com itens de bebê que não são mais usados

Não precisa ser papai ou mamãe de filhos pequenos para saber que eles crescem rapidamente. Com isso, muitos itens de bebê, como brinquedos, roupas, enxoval, carrinhos e berço, ficam acumulados em casa, sem uso.

Guardar todos esses objetos não precisa ser uma opção. Entulhá-los vai fazer com que você perca um espaço que poderia ser utilizado para outras finalidades. Além disso, o consumo sustentável deve ser algo a ser passado para seu filho desde cedo.

A seguir, vamos dar 4 dicas sobre o que fazer com os itens de bebê que você não precisa mais. Vamos lá?

1. Controle o impulso na hora das compras

A primeira dica é sobre consumo consciente. Muitos objetos são de grande necessidade para as crianças. Porém, não se esqueça de que você e seu filho farão uso de grande parte deles em um momento muito específico.

Como os produtos infantis geralmente são muito característicos, realizar um novo uso deles é algo complicado. O melhor a se fazer é não exagerar na hora das compras.

Entretanto, diante “daquele sapatinho” ou “daquela roupinha”, muitos pais não resistem e acabam comprando mesmo sem necessidade. Além disso, é também muito comum que ganhem muitos presentes de amigos e familiares, o que gera ainda mais acúmulo.

Não tem jeito: consumindo de forma sustentável ou não, vai chegar uma hora em que você vai ter que arrumar um novo destino para os objetos de seus filhos que não são mais usados.

2. Guarde para o próximo filho

Antes de considerar outro destino para o berço, pense se ele não será útil para você em um futuro próximo — caso você esteja esperando outro filho ou planeje tê-lo em breve, por exemplo.

Existem itens para bebês que são curingas, como algumas peças do enxoval, móveis e brinquedos. Doar ou vender, nesses casos, não vale a pena, tendo em vista o investimento que você já fez.

3. Doe para quem precisa

A ideia é simples, resolverá o seu problema e ainda vai trazer grande satisfação pessoal. Separe os itens de seu bebê que estão em boas condições de uso e doe.

Existem vários grupos, pastorais e ONGs que direcionam esses objetos para quem precisa. Em alguns casos, você nem precisa sair de casa: a própria instituição vai até a sua residência buscar a doação.

Mas você não precisa ir muito longe. Sempre temos um familiar, amigo ou conhecido que precisa de vários objetos para cuidar do bebê.

Pratique a solidariedade!

4. Venda os itens de bebê em bazares

Outra excelente opção é você vender os objetos que não utiliza mais. Existem hoje ambientes online destinados a comprar, vender ou doar os mais diversos artigos para bebês e crianças.

Esses sites funcionam de maneira simples: o primeiro passo é você separar os itens em bom estado que não são mais usados pela criança. Feito isso, é só anunciar no site. Além de dar um destino a esses artigos, você ainda ganha um dinheiro.

Não entulhe a sua casa! Exercite o consumo consciente, a solidariedade ou ainda consiga um dinheiro dando um novo fim para os objetos que você e seu filho não usam mais. Se você não necessita mais deles, com certeza tem uma mamãe e uma criança precisando.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe conosco aqui nos comentários os diferentes destinos que você deu aos itens de bebê!

Web Kids

Ambiente ideal para comprar, vender e doar, móveis, brinquedos e artigos, novos e seminovos, para bebês e crianças.

Posts Relacionados

thumbnail
hover

Como fazer crianças conhecerem e gostarem...

O contato das crianças com a música gera inúmeros benefícios. Ela é um incentivo para que os pequenos se interessem pelo universo cu...

thumbnail
hover

5 dicas para fazer a mala...

Viajar com as crianças tem tudo para ser uma delícia, mas se você não levar itens certos e suficientes para os dias que vão passar fora...

thumbnail
hover

Veja 5 brinquedos artesanais para as...

Você é mãe, trabalha e adora estar em casa com a família. Cuida da educação dos filhos e está sempre com eles. O momento de brincar ...

Deixe-nos um comentário